sábado, 11 de setembro de 2010

Escrever

Salve Salve Hostes Baianas!
Bom, o dia hoje tá lindo, depois de  praticamente três dias de chuva e frio.... O frio ainda persiste, mas o sol já retomou seu lugar como senhor soberano dos céus. Então vi que era uma ótima oportunidade de ..... escrever.

Não sei desde quando eu começei a escrever, e também não sei quando vou deixar de parar, só posso dizer que desde cedo, as palavras me fascinam,ainda criança, quando escrevia cartas para minhas coleguinhas de sala, cartas que não tinham palavras, mas sim desenhos rabiscados de uma mão que nunca desenhou, mas de uma mão que escreveu, que escreve, que escreverá...

E Depois na adolescência, o período de "rebeldia sem causa", onde eu escrevia contestando tudo, querendo mudanças, o período que você não é ingênuo como uma criança e nem com responsabilidade como um adulto. Um período de tempestades, com trovões e raios, e que escrever , servia para acalmar um pouco dessa tempestade. Era como se escrever, fosse o sol que ilumina  depois de um tempo de tempestades, frio e chuva. Esse foi o meu período de escrever na adolêscencia, escrever era como o sol de hoje,sair de uma tempestade.

E agora, estou as portas da idade adulta, não sabendo ao certo sobre o que escrever, nem quando escrever e nem onde eu vou escrever, não sei se vou achar inspiração como achei hoje a olhar o Sol e pensar num assunto que faça valer a pena. Só posso prometer uma coisa:

Amanhã tem a XXI Taça Budokan de Karatê e eu estarei participando, e quando voltar eu vou .... 

Escrever!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

5 comentários:

  1. Muito interessante sua forma de escrever. Livre como já fui. Hoje os bacharelados caem sobre minha cabeça quando penso e esmagam minhas mãos quando escrevo.
    Ver os novos entregues a uma confessora tão fiel como a poesia é realmente vivificador.
    Continue. Alimente-se das palavras, elas com certeza se alimentarão de você.

    ResponderExcluir
  2. Sua maneira de escrever me encanta, você põem a alma no que faz, e esse o segredo não é mesmo? Escrever com alma. Hoje sinto exatamente a mesma coisa, e a maior preocupação que tenho, é escrever, escrever e escrever, como se amanhã meu corpo fosse perder o controle sobre as minhas mãos.
    Não para de escrever não? Enquanto você escrever, existiram pessoas, assim como eu, que precisam e que escutam tuas palavras.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. todo mundo falando bonito aii vem a louca , caralho que liindo, eu não sabia que você escrevia tão bem *-*

    ResponderExcluir
  5. Obrigado a todos e todas!
    Luise, nem eu sabia !
    :D

    ResponderExcluir